Maringá: uma cidade multicultural

Maringá entrou definitivamente na lista das cidades brasileiras que merecem ser visitadas. Sua enorme estrutura verde e seus diversos atrativos foram reconhecidos pela EMBRATUR (Empresa Brasileira de Turismo) que em novembro de 1997, a classificou como cidade turística. Maringá participa desde 1996 do PNMT (Programa Nacional de Municipalização do Turismo), da Embratur, que visa conscientizar e incrementar ações para o desenvolvimento do turismo nos municípios engajados nesse programa.



Catedral de Maringá

A Catedral foi inspirada no “spoutinikki”, significa peregrino que se afasta do mundo para ficar mais perto de Deus. A pedra fundamental foi colocada em 15 de agosto de 1958, com um pedaço da mármore retirado das escavações da Basílica de São Pedro, no vaticano. Foi idealizada por Dom Jaime Luiz Coelho e projetada pelo arquiteto José Augusto Bellucci, sendo construída entre 1959 e 1972.

De forma cônica, possui um diâmetro externo de 50 metros e uma nave circular, com diâmetro interno de 38 metros. Apresenta 114 metros de altura, mais dez metros de cruz no topo, somando 124 metros. É o 10º monumento mais alto do mundo e o primeiro da América do sul. Contornando a catedral, abaixo das rampas de acesso ao seu interior, estão os espelhos d’água que formam as fontes luminosas com chafariz, que jorram suas águas a mais de 5 metros de altura. A altura livre da Catedral é de 84 metros e tem capacidade para 3.500 pessoas.



Parque do Ingá

O Parque do Ingá foi inaugurado em 10 de outubro de 1971; trata-se de uma reserva florestal mantida desde o traçado inicial da cidade, oficialmente declarada, desde 1991, pela Lei Orgânica do Município, como área de preservação permanente na categoria de Parque Municipal.

Além de exercer suas funções de lazer, de centro de pesquisa e prática de educação ambiental, localiza-se numa área de 47,3 hectares dispondo de lago artificial (que dispõe de pedalinhos), zoológico com exposição de animais da fauna regional, parque infantil, cancha de bocha, pista de “cooper”, quiosque, uma gruta “Gruta Nossa Senhora Aparecida”, lanchonete e um jardim imperial japonês.



Teatro Calil Haddad

Com uma área construída de 7.836 metros quadrados, a obra homenageia Calil Haddad, percursor do teatro em Maringá, que em 1956, com um grupo de atores e atrizes deram origem ao Teatro Maringaense de Comédia. Nele funciona o Patrimônio Histórico e Artístico Municipal, realizam-se exposições históricas e artísticas e ainda pode-se conhecer o piano que pertenceu a Joubert de Carvalho, compositor da letra e música da canção “Maringá, Maringá”, que deu origem ao nome da cidade.



Parque do Japão

O Parque do Japão é um projeto desenvolvido pela Prefeitura de Maringá em parceria com uma equipe da cidade de Kakogawa, no Japão, em homenagem aos 100 anos da imigração japonesa no Brasil. Com área de 100 mil metros quadrados, o parque funcionará como um complexo turístico, cultural e esportivo, com um modelo de Casa de Chá, tipicamente japonês, Ginásio de Esportes, Teatro, Sala de Eventos, e claro, um jardim imperial japonês com área de 46 mil metros quadrados.



Gerência de Turismo - Maringá

Av. XV de Novembro, 701 - Maringá - CEP: 87013-230
Telefone: (44) 3221-1316 / 1428 - Fax: (44) 3221-1330
E-mail: turismo@maringa.pr.gov.br
Site: www.maringa.pr.gov.br


Textos extraídos dos sites www.maringa.pr.gov.br e www.maringa.com